A importância das gotas finas e da concentração de ativo nas pulverizações

A importância das gotas finas e da concentração de ativo nas pulverizações

DIFERE CONSULTORIADesde a crescente pressão de inóculo da ferrugem asiática e de lagartas de difícil controle (helicoverpa armígera e pseudoplusia) a Difere Consultoria vem, cada vez mais, buscando melhorias e inovações com objetivo de aprimorar a qualidade das pulverizações.

Na literatura faz-se referência ao uso da neblina para melhor controle de pragas e doenças (Instituto de Tecnologia de Cranfield Inglaterra). Dentro da Tecnologia DBV denomina-se neblina as gotas abaixo de 100 micras. O objetivo de trabalhar com o baixo volume (calda de 10 a 30 lt/ha) é buscar uma maior concentração de ativos nas aplicações terrestres. Quando aplicado com volumes de 10 a 30 litros se tem uma concentração maior de calda e pulverizando a neblina tem-se maior quantidade de ativo chegando ao alvo e, sendo assim, melhorando o controle.

As vantagens no uso de menores volumes de calda:
• O ingrediente ativo é mais concentrado, permitindo maior eficácia

  • Gotas menores proporcionam melhor cobertura
  • O melhor rendimento operacional consequentemente proporciona condições de trabalho nas melhores horas do dia

Além de gotas finas e da concentração de ativos, a Difere conta com três fatores importantes para ter um bom controle:

  • Timing ideal de aplicação
  • Monitoramento constante da lavoura
  • Escolha de bons produtos

A Difere Consultoria que pesquisa e desenvolve as aplicações em baixo volume com responsabilidade e respeito a seus clientes oferece a Tecnologia DBV (Difere Baixo Volume) para melhor eficiência e segurança de sua lavoura.

← Tecnologias que mais impactaram a produção de soja no Brasil Alternativa para o inverno: a vez do nabo forrageiro →

Deixe seu comentário aqui