A importância do vigor nas sementes de soja

A importância do vigor nas sementes de soja

Muitos produtores não percebem, mas quando buscamos a construção de uma lavoura de soja altamente produtiva, temos que ficar atentos a inúmeros fatores, mas principalmente a alta qualidade das sementes utilizadas neste grandioso projeto. Para isto podemos salientar, dentre vários aspectos a serem observados, o “vigor” como componente mais relevante na obtenção do melhor estabelecimento efetivo de plantas a campo.

Podemos definir vigor como a soma daquelas propriedades que determinam o nível potencial de atividade e desempenho de uma semente durante a germinação e a emergência de uma plântula, ou seja, o vigor é o componente responsável pela atividade de germinação e estabelecimento de uma planta no ambiente em que foi introduzida. Quando não priorizamos este componente, e utilizamos sementes de soja com baixo vigor, obtemos lavouras com emergência desuniforme e com atraso entre os indivíduos, que certamente no futuro se tornarão plantas “dominadas” e não conseguirão atingir potencial produtivo para alto rendimento se comparado as sementes de alto vigor.

Manejo No Tempo Correto Pode Viabilizar Aumento De Produtividade De 5% Nas Lavouras De Soja

Seguindo nesta lógica do melhor aproveitamento de nossas áreas e na obtenção de um melhor stand inicial de plantas, devemos escolher sementes de qualidade superior para utilização em lavouras de alto desempenho. Desta forma, o produtor poderá potencializar toda a utilização dos demais recursos disponíveis neste ambiente que ele tem o poder de criar, desde o melhor aproveitamento de fertilizantes pelos indivíduos bem distribuídos na área, como um melhor manejo e controle de invasoras pelo fato de não contarmos com falhas ou janelas na semeadura e por fim com uma melhor distribuição de defensivos sobre as plantas de mesmo porte e arquitetura, evitando assim o desperdício de insumos tão importantes em suas lavouras.

É essencial lembrar que o vigor de sementes esta diretamente ligado a lucratividade obtida no campo. Existem diversos estudos que comprovam, tanto em centros de pesquisa, quanto em campos de produtores de sementes, que este componente é responsável direto pelo incremento de 40 a 60 kg/ha de grãos de soja para cada ponto de vigor nas sementes. Portanto, a decisão de que “padrão” de lavoura queremos está em nossas mãos. Partindo da aquisição de sementes de alta qualidade conseguimos potencializar todos os nossos insumos e recursos disponíveis e caminhar para o sucesso, com a obtenção de uma lavoura altamente produtiva e lucrativa, que á a peça chave para a sustentabilidade do agronegócio em um mundo tão competitivo pela produção de alimentos.

Maurício De Bortoli

Engenheiro Agrônomo

← Um dos maiores especialistas de marketing no agronegócio do Brasil vai coordenar curso do I-UMA Bayer inova com o lançamento do herbicida Esplanade® para reflorestamento →

Deixe seu comentário aqui