Abertura Oficial da Colheita da Soja do Estado RS

Abertura Oficial da Colheita da Soja do Estado RS

Em sua 10ª Edição, a Abertura Oficial da Colheita da Soja do Estado do Rio Grande do Sul é o momento em que produtores rurais, autoridades, empresas do ramo agrícola e veículos de comunicação se voltam ao campo para marcar o início da colheita de mais uma grande safra para o Estado.

A Abertura, que tradicionalmente ocorre no Município de Tupanciretã, é considerado um ato de festividade para os produtores agrícolas do Estado do RS, pois é chegado o momento de colher não somente o grão, mas de colher o fruto de uma espera zelosa, fruto de esforço e dedicação, uma cultura exposta as intempéries e as pragas. Por isso este ato solene é importante, pois também é uma oportunidade para um encontro entre produtores, um espaço para debater sobre os temas pertinentes da área.

Participarão autoridades municipais, estaduais e federais, entre presidente de associações, cooperativas e órgãos privados, empresas assim como autoridades e representantes de órgãos públicos. Os produtores rurais serão os convidados especiais desta solenidade.

A Abertura da Colheita da Soja também é um meio que os produtores rurais possuem para se manifestar diante de autoridades, empresas do setor primário e entidades de classe, sobre os interesses do setor ruralista.

Sobre o dia:
O evento será realizado no dia 24 de março de 2017, às 10 horas da manhã, este ano a propriedade que sediará o evento, é a Agropecuária Richter (localização GPS), do senhor Emerci Richter, fica na estrada que liga Tupanciretã à Jari, distante 16 km da cidade de Tupanciretã.

Sobre a programação:
A Comissão Organizadora do Evento, composta por membros do Executivo Municipal, Legislativo Municipal, Produtores Rurais, Sindicato Rural e Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Cooperativa Agrícola, além do ato simbólico da colheita, também está organizando uma programação voltada a segurança no campo, zoneamento ecológico, entre outros temas ligados ao setor primário, quando houver tudo definido será divulgado a programação completa.

O que a Abertura representa para o Município:
A Abertura Oficial da Colheita da Soja para Tupanciretã vai mais além do que o ato simbólico em si, pois é considerada uma oportunidade que o Município possui para oficializar seus interesses, reivindicações e anseios, pois com o evento representantes e autoridades de diversos segmentos se fazem presentes, inclusive o Governador do Estado, além de diversos veículos de comunicação.

Um dos anseios mais aguardados por Tupanciretã é a realização da pavimentação da RSC 392, que é asfaltada da BR 158 até a entrada da cidade, porém, o trecho que compreende Tupanciretã – Santa Tecla é estrada de chão, e é um dos principais trechos utilizados no escoamento da produção rural. São décadas de espera com tratativas, a obra já teve diversos inícios, mas sempre interrompida por algum motivo.  A pavimentação desse trecho não trará benefícios somente para o Município, pois com a construção da rodovia poderá servir de desvio da BR 158 para a BR 377, encurtando distância para quem pretende ir para Santiago e região. Essa reivindicação vai seguir sempre, até que a obra seja realmente concluída.

A conquista do espaço do Frigorífico de Tupanciretã, que foi doado recentemente ao Município pelo Estado, e as tratativas para que isso fosse possível iniciaram na Abertura da Colheita da Soja de 2016.

E consequentemente, com a mídia do evento, Tupanciretã acaba ganhando visibilidade para potenciais empresas que queiram investir no Município que possui a maior produção de soja do Estado do RS. Mas o fato, que é impossível materializar ou quantificar os benefícios que o evento pode trazer ao Município, devemos apenas considerar que este evento tem a sua importância para Tupanciretã.

← Hortifrutigranjeiros registram crescimento no uso da plasticultura III Dia de Campo Unicruz começa com atividades sobre Agricultura de Precisão →

Deixe seu comentário aqui