Agricultores tem nova oportunidade de reaverem valores pagos indevidamente no plano Collor | Agrocampo | Notícias do campo, agricultura, agronegócio, tecnologias, cadeias produtivas, produção agrícola e o fortalecimento do setor no mercado

Agricultores tem nova oportunidade de reaverem valores pagos indevidamente no plano Collor

Agricultores tem nova oportunidade de reaverem valores pagos indevidamente no plano Collor

agricultores tem nova oportunidadeEm recente decisão o STJ – Superior Tribunal de Justiça abriu nova oportunidade para que os agricultores que não propuseram ação para reaverem a diferença da correção março de 1990 (Aplicada no Governo Collor), cobrada indevidamente nos financiamentos rurais corrigidos pela poupança.

Referida situação na maioria dos casos praticamente dobrou os valores dos contratos, vez que foram aplicadas correções em percentuais de 84,32% e 74,6%, quando o correto segundo a decisão do STJ o deveria ser de 41,28%. A decisão que beneficia todos os produtores rurais do país determinou que o Banco do Brasil recalculasse os valores dos financiamentos bem como devolva as quantias pagas pelos produtores que quitaram seus contratos pelos percentuais maiores, o que pelo passar dos anos pode representar valores significativos, e que são muito bem vindos ao setor tão prejudicado pelas políticas governamentais.

A Prevedello Advogados Associados, que já patrocina causas com este mesmo objetivo, inclusive com clientes já reembolsados nos valores pagos a maior, coloca-se a disposição dos produtores rurais para maiores informações sobre o assunto, bem como para propositura de ações neste novo momento, com a segurança de quem já vem atuando a vários anos ao lado do produtor rural.

 

Prevedello Advogados Associados. “Seu direito merece ser levado a sério”.

Rua Voluntários da Pátria, 861
Cruz Alta (RS) – Centro – CEP: 98005.104
(55)3322.9120

prevedello@prevedello.adv.br
www.prevedello.adv.br

← Soja: Preços mantêm tom de estabilidade nesta manhã de 6ª feira em Chicago Produção de grãos deve ser de 200 milhões de toneladas →

Veja quem comentou

  1. anthon schwemlein
    21/04/2015 at 17:00

    tenho uma certa quantia na poupaça collor e ainda sou agricultor e paguei mais do que o devido nessa epoca, como eu faco? qual seria o primeiro passo?att,


Deixe seu comentário aqui