Boas práticas de gestão na propriedade rural

Boas práticas de gestão na propriedade rural

rogerioEm entrevista com o economista Rogério de Melo Bastos, consultor do Sebrae na área de agronegócios e sócio-proprietário da empresa R&S Training Rural, verificamos mais afundo a importância da gestão e os resultados que ela proporciona. Confira.

Que temas versam as consultorias oferecidas pela R&S Training Rural?

O primeiro deles é o Planejamento Estratégico, onde orientamos o produtor a adotar a postura de empresário rural e entender claramente o seu modelo de Negócio, ou seja, para quem seus produtos serão direcionados, qual será a Missão da empresa, os Princípios ou Valores e por fim a Visão de Futuro. Tudo isto permeado pela análise dos ambientes internos e externos, identificando as potencialidades, fraquezas, oportunidades e ameaças ao negócio.

Na Organização Financeira orientamos o produtor, agora empresário rural, a gerenciar as finanças da sua empresa a partir da gestão do caixa. Neste formato, terá de “lambuja” um conjunto de informações gerenciais importantíssimas que servirão de base para a tomada de decisão. Por exemplo: Custos de produção e Custos indiretos; resultados geral da empresa e por atividade; quanto custou e quanto sobrou das culturas. Terá, ainda, como informação adicional o seu fluxo de caixa, para poder adequar melhor a movimentação financeira e planejar a comercialização da produção. Durante esta consultoria, disponibilizamos como ferramenta de gestão e controle o aplicativo informático Agenda Financeira, um software muito fácil e simples de usar que tem sido o nosso carro-chefe na consultoria financeira. Atualmente temos mais de cem produtores usando este aplicativo aqui no Brasil e quatro produtores em Portugal que fizeram download e receberam toda a nossa orientação de uso por Skype.

A Sucessão do Negócio exige um bom planejamento que evitará uma série de desgastes emocionais e financeiros. É importante que este tema seja abordado com a família pelo gestor ainda em vida. Há meios legais de reduzir, em muito, o custo tributário da transmissão além de aproveitar a oportunidade para organizar o empreendimento e garantir a unicidade do negócio.

Na Gestão da Qualidade orientamos o empresário a adotar ferramentas e princípios de gestão da qualidade. Iniciamos com a metodologia do programa 5S – um conjunto de cinco disciplinas de fácil assimilação que realmente transforma, imediatamente, para melhor o ambiente de trabalho. Após, orientamos com ferramentas para o gerenciamento dos processos que, aliás, nas empresas rurais são muitos e que se bem gerenciados garantem um melhor resultado operacional (qualidade) e financeiro (redução dos desperdícios).

Fale-nos um pouco sobre o livro Boas Práticas de Gestão na Propriedade Rural que o senhor lançou neste ano.

Sim, com maior prazer. Este livro é fruto de minha experiência profissional, no exercício das capacitações, treinamentos, palestras e consultorias. Resolvi escrever este livro a partir de um desafio proposto por um amigo, o General Dilermando Adler que coordenou a 42° Expojuc, em 2003 após uma palestra que proferi naquela oportunidade. Aceitei de pronto o desafio, mas não levei muito a sério a proposta de publicar o livro. Comecei a reunir meus escritos para as soluções que desenvolvi para o Sebrae/RS e Sebrae Nacional, até que organizei os temas em capítulos e convidei um amigo, produtor rural e usuário de nossas ferramentas, o Rafael Bañolas, para falar sobre Marketing. Acompanha o livro uma cartilha com alguns artigos publicados no site Agrolink que denominei Dicas de Gestão. São seis dicas sobre finanças e que ao serem adotadas proporcionaram aos produtores rurais um novo patamar de profissionalização na gestão de suas propriedades. O livro e a cartilha são uma espécie de guia que orientam os produtores/empresários rurais a implantar um sistema de gestão seguro para seus empreendimentos.

Minha pretensão com este livro é de massificar as orientações sobre gestão nas empresas rurais, cujas orientações, eu acredito que podem fazer com que produtores rurais transformem-se em empresários rurais. Talvez não fiquem ricos, mas certamente evitarão problemas financeiros, ou melhor, ficarão mais fortalecidos para enfrentá-los. Tanto o livro BPGPR como a cartilha Dicas de gestão tem caráter permanente, pois abordam fundamentos.

Ouvimos dizer que está trazendo mais uma novidade.

Sim, estou finalizando o conteúdo de um segundo livro, denominado “Estratégias de Custos e Comercialização na Empresa Rural”, este, acredito, que com um tempo de vida curto, pois aborda técnicas de gestão de custos e comercialização adotadas atualmente, pois no futuro possam advir novas metodologias para gestão de custos e comercialização. Todavia, no momento é o que há de moderno e eficaz para reduzir custos e melhorar as margens de comercialização dos produtos agrícolas. Aguardem…

Como podem ser adquiridos o seu Livro e a Cartilha?

Muito simples. Eles não são comercializados no varejo. Vendo nas ocasiões de minhas palestras, e por solicitações através do e-mail rsrural.rogerio@gmail.com e envio pelo correio. Ou ainda, a partir de agora, através da assinatura da revista Agrocampo, você receberá ele inteiramente grátis.

Quer assinar? Clique AQUI e saiba mais.

← Dimicron cria área experimental para testar combinações de tecnologia e alavancar produtividade da soja Ainda volátil, soja volta a subir na Bolsa de Chicago nesta 5ª feira e supera os US$ 8,80 - Via Notícias Agrícolas →

Veja quem comentou

  1. jose z r benites
    05/02/2016 at 23:48

    Sucesso Rogério, vc merecedor.


Deixe seu comentário aqui