Em Chicago, soja registra segunda sessão consecutiva de altas nesta 4ª impulsionada pela demanda – Via Notícias Agrícolas

Em Chicago, soja registra segunda sessão consecutiva de altas nesta 4ª impulsionada pela demanda – Via Notícias Agrícolas

cotações da soja notícias agrícolasPor: Carla Mendes. Nesta quarta-feira (16), o mercado da soja registra sua segundo sessão consecutiva de altas na Bolsa de Chicago ainda refletindo todo o potencial da demanda, segundo explicam analistas internacionais. As posições mais negociadas, por volta das 7h40 (horário de Brasília), subiam de 4,25 a 4,50 pontos, com o janeiro/17 cotado a US$ 9,93 por bushel e o maio/17, referência para os indicativos da safra brasileira, cotado a US$ 10,10.

As cotações internacionais da oleaginosa, que acompanham ganhos ainda do farelo e do óleo na CBOT nesta manhaã de hoje, receberam bem os números dos esmagamentos de soja nos EUA reportados ontem e indicando o terceiro maior valor mensal já registrado na história norte-americana. Além disso, vê ainda os reportes de novas vendas que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) tem feito nos últimos dias, os quais já contabilizam mais de 700 mil toneladas.

“A demanda continua excepcionalmente forte porque os Estados Unidos são, atualmente, o único e maior produtor com estoques exportáveis nas mãos”, diz Tobin Gorey, diretor de estratégia agrícola do Commonwealth Bank da Austrália, em nota nesta quarta-feira.

No entanto, na outra ponta, o mercado financeiro na China ainda chama a atenção dos traders e inspira alguma cautela. Hoje, mais uma vez, os mercados chineses recuaram, sentindo a pressão de algumas commodities. Assim, seguem as especulações de que a nação asiática poderia ver seus reguladores apertando os cintos para diminuir a volatilidade local. O minério de ferro, por exemplo, perdeu 9% nesta quarta.

O movimento do dólar também deverá continuar a ser acompanhado nesta sessão, uma vez que sua forte alta nos últimos dias acabou, como explicam analistas e consultores, limitando o potencial de alta não só da soja, mas de todas as commodities negociadas nas bolsas norte-americanas. No paralelo, mas ainda como muito destaque, há ainda o comportamento dos preços do petróleo. Em Nova York, só ontem, a commodity subiu mais de 5%.

Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas
← Soja em Chicago opera em alta buscando recuperação e à espera de novos número da demanda nesta 5ª - Via Notícias Agrícolas Soja: Mercado inicia semana em Chicago operando em campo negativo e abaixo dos US$ 10 - Via Notícias Agrícolas →

Deixe seu comentário aqui