John Deere leva tecnologias agrícolas pela primeira vez à Campus Party

John Deere leva tecnologias agrícolas pela primeira vez à Campus Party

Pela primeira vez a Campus PartyPela primeira vez a Campus Party, considerada um dos maiores eventos do mundo em ciência e inovação, recebe a John Deere, líder em tecnologias agrícolas, para discutir o futuro da inovação tecnológica que atenderá a crescente demanda global por alimentos. O evento acontece de 1 de fevereiro a 5 de fevereiro, em São Paulo.

“Como a expectativa é que a população mundial atinja 9,5 bilhões de pessoas até 2050, o papel da tecnologia agrícola se faz fundamental para o aumento de produção no campo e preservação do meio ambiente. Neste sentido abre-se uma oportunidade para que o Brasil amplie significativamente o seu papel como fornecedor global de alimentos”, explica Alfredo Miguel Neto, diretor de Assuntos Corporativos para América Latina.

O Brasil já é uma potência agro. Quase metade das exportações do Brasil é de responsabilidade do campo e o País já figura entre os maiores exportadores de soja, milho, carne bovina e de frango – principais alimentos consumidos no mundo. “Este é o cenário de grandes oportunidades. O público campuseiro é formado por mentes inovadoras, criativas, interessadas em encontrar soluções conectadas com o mundo atual, como as que fazem uso de tecnologias digitais como telemetria, big data e internet das coisas. A participação da John Deere visa justamente atrair a atenção destes pensadores para os desafios do campo”, completa.

Tecnologia em todas as etapas produtivas: As ações da companhia durante a Campus Party 2017 demonstrarão como as altas tecnologias agregam na produção e na qualidade de vida do produtor. Com um design futurista, o estande da John Deere tem uma dinâmica marcada pela interatividade. Um dos destaques é o Quiz agrícola, com os estágios para uma produção no campo: preparação do solo, plantio, tratos culturais, colheita e gestão.

Um Simulador de colhedora de cana-de-açúcar, que é utilizado para treinar operadores, também está disponível aos participantes que aceitarem o desafio de manobrar uma colheitadeira e realizar a melhor colheita, sem desperdício. Para coroar a participação na feira, a John Deere realiza ainda um Hackathon, que vai propor o desenvolvimento de um aplicativo. A equipe vencedora visitará a sede da John Deere Intelligent Solutions Group, nos Estados Unidos.

Inovação no DNA: Com 180 anos de história, a John Deere é pioneira em apresentar inovações que impactaram os segmentos em que atua: agrícola, florestal e de construção. São cerca de US$ 4 milhões investidos por dia em todo o mundo em pesquisa e desenvolvimento.

A empresa tem um histórico de inovação ao longo do tempo, misturando-se com o próprio desenvolvimento da agricultura e, mais recentemente, nos demais segmentos em que atua. O início da companhia por si só foi uma revolução inovadora que mudou o curso da história da produção agrícola quando, em 1837, o ferreiro John Deere inventou o primeiro arado autolimpante. O equipamento foi uma verdadeira febre no meio-oeste norte-americano e deu início à companhia.

John Deere era um visionário. A forma como ele e seu filho, Charles Deere, conduziam os negócios estava totalmente focada em inovação e na solução para problemas que seus clientes ainda nem podiam imaginar. Tanto que, em 1864, a empresa já havia conquistado sua primeira patente, abrindo espaço para uma série de outras patentes que viriam a seguir. E o legado persiste. Além de ser uma das companhias mais admiradas do mundo, em 2016, a John Deere foi eleita a empresa mais inovadora do Brasil na categoria “Veículos e Peças” no prêmio Valor Inovação Brasil 2016.

Mais informações

www.facebook.com/JohnDeere

← Soja começa semana em alta na CBOT dividindo a atenção entre a China e América do Sul - Via Notícias Agrícolas Simbiose lança tecnologias inéditas no Show Rural Coopavel →

Deixe seu comentário aqui