agricultor-produz-300-sacas-de-milho-por-hectare-utilizando-irrigacao-inteligente

Agricultor produz 300 sacas de milho por hectare utilizando irrigação inteligente

Fabiano Bielefeld, é agrônomo e produtor rural desde 2010, mas o que chama atenção nesses nove anos de profissão é a rapidez que conseguiu alavancar seu negócio.

Produzindo milho em Cocalzinho de Goiás (GO), Bielefeld conquistou o recorde estadual de produtividade do grão logo em sua primeira safra.

A produtividade alcançada de 300 sacas por hectare no milho foi possível utilizando o sistema de irrigação inteligente. A técnica israelense consiste em levar água e nutrientes diretamente na raiz das plantas, por meio de tubos gotejadores subterrâneos.

Na lavoura não falta água, o sistema gota a gota economiza o recurso e garante a nutrição adequada para as plantas. Segundo Fabiano, após adoção de irrigação inteligente, as plantas consomem apenas 5% de toda água disponível na fazenda.

Além disso, o projeto desenvolvido com o tanque acima do nível da lavoura garante econômica de energia ao bombear a água para o campo.

A fazenda tem um total de 25 hectares utilizando a tecnologia, divididos em cinco setores independentes que permite controlar a irrigação e produzir diferentes cultivos.

"Através da análise de solo consigo nutrirrigar o talhão especifico, além disso, é possível plantar uma cultura em cada setor simultaneamente", explica Bielefeld.

As terras foram adquiridas pela família em 1997, sendo no início, voltada a atividade pecuária. Foi só a partir de 2009 que a agricultura tomou conta da propriedade.

Atualmente o milho é produzido em 100 hectares, sendo 50 ha destinados consumo humano e os outros 50 ha para ração.

E mesmo com os bons resultados já alcançado, Fabiano tem esperança de quebrar novos recordes. "Acredito que a tecnologia tenha potencial para muito mais. Primeiro que o sistema leva água de baixo para cima, então não temos perda com transpiração. Além disso, consigo oferecer nutrientes junto com a irrigação durante o ciclo completo da cultura, o que garante melhor desempenho das plantas", explica.

A irrigação inteligente chegou na propriedade em meados de 2017 e três meses após o primeiro plantio, o produtor já conseguiu retornar 54% do investimento. A expectativa é que em um ano a aplicação esteja liquidada devido aos ganhos na escala produtiva que o sistema fornece.

Tomate aliado

Outro aliado nos resultados positivos da fazenda é a rotação com o tomate. Bielefeld arrenda parte da área no período da seca para produtores do fruto. Como a cultura utiliza de 10 a 15 vezes mais adubação do que o milho, o agricultor acaba sendo beneficiado no momento do plantio do grão, já que o solo está preparado.

Segundo ele, a economia é superior a 40% com insumos. Além disso, “os produtores que arrendam para cultivar o tomate ainda têm a vantagem de utilizar a irrigação por gotejamento, o que dá a eles vantagem de pelo menos 50% na qualidade de produtividade do fruto", explica Bartolomeu Brás, presidente da Aprosoja Goiás.

Soja

Fabiano Bielefeld agora está na primeira safra de soja com irrigação por gotejamento subterrâneo. A expectativa do produtor é atingir uma média de 100 sacas por hectare nesta safra, mesmo considerando que o plantio foi realizado fora da janela ideal.

Deixe seu comentário