chineses-criam-herbicida-sensivel-a-luz

Chineses criam herbicida sensível à luz

Uma equipe de pesquisa liderada por Wu Zhengyan do Hefei Institutes of Physical Science (HIPS) da Academia Chinesa de Ciências, desenvolveu um novo herbicida sensível a luz. Segundo os cientistas o produto deve ser amplamente utilizado devido à sua alta eficiência e baixo custo. 

Os pesquisadores chegaram a este defensivo a partir do desenvolvimento de uma “partícula de herbicida de liberação controlado com luz controlada (LCHP).

Ela permite que a liberação do herbicida dependa exclusivamente da radiação UV-Vis, o que difere dos pesticidas de liberação controlada (CRP) que vinham sendo desenvolvidos até então e funcionavam a partir do PH e da temperatura. 

Banner

O estudo apontou algumas vantagens que o LCHP tem em relação ao CRP, a principal delas é que o segundo age de forma negativa no crescimento do vegetal, já que pode fazer uso de uma solução ácida ou alcalina.

Outro ponto importante que o LCHP sai ganhando é em relação ao custo, o CRP é mais sensível a temperatura e exige um alto consumo de energia em consequência disso. 

Também foi comprovado nos testes que o herbicida de luz controlada tem um bom desempenho de adesão na superfície das folhas das ervas daninhas, diminuindo a quantidade de defensivo que eventualmente escorre para o solo.

Além de ser bastante efetiva, essa tecnologia agride menos o meio ambiente do que o CRP, já que o impacto da liberação dos íons de LCHP na água foi muito pequeno. O

 desenvolvimento da pesquisa foi apoiado pela Fundação Nacional de Ciências Naturais da China, Associação de Promoção da Inovação da Juventude da Academia Chinesa de Ciências, os Programas de Serviços de Ciência e Tecnologia da Academia Chinesa de Ciências e pelo Projeto de Ciência e Tecnologia da Província de Anhui.

Deixe seu comentário