Nova alternativa para fornecimento de enxofre à cultura da soja

Nova alternativa para fornecimento de enxofre à cultura da soja

Polysulphate, nova alternativa para fornecimento de enxofre à cultura da sojaTodos os anos, são trazidas novidades à agricultura buscando maiores rendimentos por área, com maior controle de diversas variáveis, como: transgenias, controle de insetos, controle de doenças, entre outros. Porém poucas novidades são apresentadas sobre nutrição de plantas.

A fertilidade do solo é um tema que tem sido abordado de forma crescente devido ao seu profundo impacto na produtividade das culturas, não apenas evitando possíveis perdas, mas possibilitando agregação de valor.

Por muito tempo, alguns nutrientes têm sido deixados de lado, visando eficiência operacional – prática que nem sempre auxilia na obtenção de altas colheitas. Como exemplo dessa situação, podemos citar o enxofre (S), macronutriente presente em diversos processos vegetais como: produção de proteínas e fixação biológica do nitrogênio. Sendo, portanto, de extrema relevância, e se tornando cada vez mais escasso com o aumento da utilização de fórmulas mais concentradas em fósforo (P), fórmulas essas que visam aumentar a velocidade de plantio, porém com ausência ou baixas concentrações de S, fato que impacta diretamente na qualidade e produtividade das lavouras, como a da soja.

>>Leia também: Compactação: desafio às altas produtividades

Seguindo as tendências de inovação e eficiência operacional, surge como alternativa para adubação o Polysulphate, novo fertilizante multi-nutriente de ocorrência natural, extraído pela ICL Fertilizantes em sua mina localizada no norte da Inglaterra. Sua utilização no manejo das adubações supre a necessidade das culturas em relação aos nutrientes: enxofre, potássio, cálcio e magnésio, fornecendo os mesmos de forma constante e gradual.

Por se tratar do único fertilizante que contém esses quatro macrunutrientes no mesmo grânulo (14% K2O, 19,2% S, 12% Ca e 3,6% Mg), todos em forma prontamente disponível para os vegetais, é considerado completo e versátil, uma vez que possibilita mistura com diversas formulações tanto de plantio quanto em mistura para aplicações a lanço.

Além dos atributos mencionados acima, podemos citar também as demais vantagens da utilização do Polysulphate, como fonte complementar de Ca e Mg móveis no solo, auxiliando na construção de um perfil de solo propício para crescimento de raízes, possibilitando às plantas acesso à maior quantidade de água e insumos aplicados. Além disso, deve-se salientar a baixa salinidade, característica positiva quando utilizado no plantio associado às fontes de P.

O Polysulphate é uma eficiente alternativa para o fornecimento adequado de nutrientes, entre eles o enxofre, para diversas culturas e está acessível à agricultura brasileira, auxiliando no rumo às excelentes produtividades.

Engo Agro Danilo Ramos Sério | Engo Agro Dr. Fábio Vale – ICL Brasil

← Dessecação Biológicos: alternativa eficaz para o combate de nematoides →

Deixe seu comentário aqui