Pesquisador Dirceu Gassen firma acordo de consultoria com Bayer CropScience

Pesquisador Dirceu Gassen firma acordo de consultoria com Bayer CropScience

Foto Tatiana FerroA Bayer CropScience começa 2015 com uma novidade: a empresa firmou uma parceria com o renomado pesquisador Dirceu Gassen, professor de controle integrado de pragas do Instituto de Ciências Agronomias de Passo Fundo (RS), que prestará serviços de consultoria à empresa. Gassen, que é formado em Agronomia pela Universidade de Passo Fundo (UPF), foi pesquisador da Embrapa Trigo por 19 anos e leva no seu currículo a autoria de livros sobre pragas em trigo, insetos subterrâneos, controle biológico, pragas em milho e plantio direto.

Todas as atividades propostas por Dirceu Gassen serão direcionadas ao planejamento estratégico e para ações que permitam levar o conhecimento e a ciência gerados pela Bayer CropScience à comunidade rural. Contribuir com estratégias e processos que permitam ao agricultor e à sociedade se beneficiarem de soluções inovadoras para os desafios agrícolas enfrentados nos campos de Norte a Sul do Brasil é seu maior desafio. Além de participar da transferência de conhecimento para gerar qualidade de vida na cadeia de produção de alimentos, Gassen tem muitos planos com a Bayer. É sobre isso que o pesquisador fala com prestígio aos leitores da Agrocampo.

Como surgiu o convite da Bayer CropScience?

A oportunidade de trabalhar como pesquisador me levou ao contato com empresas, produtos e pessoas. Depois, como gestor de serviços e de assistência técnica, consegui estabelecer parcerias que me permitissem colaborar no desenvolvimento de solução para alguns dos problemas enfrentados pelos produtores brasileiros. Em função destes trabalhos, tive orgulho em ser convidado pela Bayer para atuar em parceria nas atividades de apoio para o sucesso dos agricultores na produção de alimentos.

Como será o trabalho com a companhia?

O trabalho será desenvolvido na forma de consultoria, planejamento e ações que permitam estabelecer estratégias de negócios e processos de transferência de conhecimento, a fim de proporcionar estabilidade na produção e renda do agricultor. A agricultura do Brasil se desenvolveu rapidamente e conquistou destaque como fornecedor de alimentos. As características de clima tropical e subtropical são muito diferentes das existentes nos países de referência em agricultura, no Hemisfério Norte. As demandas de nutrição, de proteção contra pragas, patógenos, nematoides e plantas daninhas exigem o manejo em sistemas de produção. É cada vez mais importante ligar as diferentes áreas das lavouras com as estratégias de proteção e de nutrição de plantas.

Qual será o benefício desta parceria ao produtor?

A agricultura evoluiu rapidamente em alguns setores, especialmente na área de sementes, máquinas, fertilizantes e defensivos agrícolas. Entretanto, a aplicação prática, com resultados e rentabilidade na lavoura depende de conhecimento e integração de processos. Pode-se afirmar que a rentabilidade da lavoura é proporcional ao conhecimento aplicado. Assim, o agricultor se beneficiará com a segurança de informações e de conhecimento que permitam entender as lógicas da planta, dos processos de proteção e da rentabilidade da lavoura. A complexidade de processos na produção e na proteção de cultivo exige maior conhecimento, transparência nas expectativas de resultados e parceria na rentabilidade.

Como o produtor poderá contribuir e usufruir deste contrato?

A produção de alimentos tornou-se um negócio estratégico e posicionou o Brasil como grande fornecedor mundial. Neste novo contexto proporcionar ao agricultor, consumidor e mercado a transferência de conhecimento acompanhada dos produtos gerados pela ciência, trará maior compreensão e transparência nas informações e nas recomendações que acompanham os produtos. A agricultura depende cada vez mais de pessoas com informação, habilidades e atitudes que geram a sustentabilidade na produção e na estabilidade de recursos naturais. Essa parceria irá contribuir e facilitar diretamente a aplicação prática dos produtos e dos conhecimentos gerados pela ciência, para a qualidade de vida.

 

Bayer CropScience
Comunicação América Latina

← Clima garante novo recorde da safra de soja Soja: Preços no Brasil já sentem pressão da desvalorização do dólar →

Deixe seu comentário aqui