Produtores de Cruz Alta e Passo Fundo recebem Rally da Safra 2016 e discutem mercado de soja e milho

Produtores de Cruz Alta e Passo Fundo recebem Rally da Safra 2016 e discutem mercado de soja e milho

rally DA SAFRA CRUZ ALTATécnicos do Rally da Safra 2016 estarão em Santa Rosa (RS) para avaliação de lavouras de soja na próxima 3ª feira, dia 08 de março, após deixarem Chapecó (SC). Na 4ª feira percorrerão áreas de soja até chegar a Cruz Alta, onde haverá palestra técnica gratuita sobre o mercado de soja e milho para produtores rurais, com André Pessôa, sócio diretor da Agroconsult e coordenador do Rally. Na 5ª feira, Pessôa fará novapalestra em Passo Fundo (veja locais abaixo). Além do cenário de grãos, outros temas serão discutidos com os produtores como refúgio em tecnologia Bt, aplicação de fungicidas e nutrição para aumento de produtividade. No dia seguinte, a Equipe 7 deixará o Estado e seguirá para Campos Novos (SC) e, no sábado, retornará a Chapecó, onde conclui os trabalhos.

Com base nas avaliações de campo feitas pelos técnicos do Rally da Safra 2016 entre o final de janeiro e início de fevereiro, a Agroconsult, organizadora da expedição, revisou os números da safra 2015/16 de soja e milho, consolidando a perspectiva de safra recorde. Para soja, a estimativa de produção é em torno de 101,6 milhões de toneladas, aumento de 5,6% sobre 2014/15. A área plantada foi revisada para 33,2 milhões de hectares, 3,6% maior que 2014/15.

As principais revisões positivas se concentraram no Centro-Oeste. Em Goiás e Mato Grosso do Sul, as produtividades foram revisadas em função do bom potencial das lavouras. Já no Mato Grosso, em especial no Médio-Norte do estado, a irregularidade do clima causou prejuízos e trouxe grande variação na produtividade das lavouras, porém em menor escala do que os técnicos esperavam.

Em relação ao milho, a perspectiva para a safra verão é de 28,5 milhões de toneladas, volume 5,1% inferior ao da safra passada, com redução de 6,8% na área plantada, chegando a 5,7 milhões de hectares. Com o milho segunda safra, os números também foram revisados. A produção é estimada em 58,8 milhões de toneladas, com aumento de 7,7% sobre a safra passada. A área plantada deverá registrar crescimento de 10,6%, chegando a 10,7 milhões de hectares.

Onze equipes técnicas

Durante o Rally da Safra 2016, oito equipes estarão em campo para avaliar lavouras de soja e três irão verificar o milho segunda safra. A Equipe 1 percorreu a região sul do Mato Grosso do Sul, nos dias 26 e 27 de janeiro, seguindo para o Oeste paranaense até 30 de janeiro. Equipe 2 iniciou as atividades no norte mato-grossense no dia 25. A Equipe 3 percorreu o Sudeste do Mato Grosso e Sudoeste de Goiás entre 01 e 04 de fevereiro. A Equipe 4 deixou Goiânia no dia 23 e seguiu pelo Leste do Mato Grosso até chegar a Barreiras, na Bahia, em 03 de março. Já a Equipe 5 percorreu o MATOPIBA entre 28 de fevereiro e 03 de março. A Equipe 6 esteve no Paraná e Santa Catarina entre os dias 01 e 04 de março.

Os técnicos da Equipe 8 encerram a etapa soja do Rally entre os dias 9 e 15 de março percorrendo propriedades nos estados da Bahia, Goiás e Minas Gerais.

Nesta edição, outras três equipes avaliarão o milho segunda safra dos dias 03 a 20 de maio no Paraná, Mato Grosso do Sul, Goiás e Mato Grosso.

O Rally da Safra 2016 chega à 13ª edição patrocinado pelo Banco do Brasil, Bayer, Monsanto, Mosaic e Volkswagen, com apoio da BM&FBOVESPA, FIESP, Agrosatélite, Agroipês, Impar Consultoria no Agronegócio e Universidade Federal de Viçosa.

O trabalho das equipes e o roteiro completo da expedição poderão ser acompanhados pelo sitewww.rallydasafra.com.br, com informações atualizadas diariamente no www.twitter.com/RallydaSafra ewww.facebook.com.br/RallydaSafra

Palestras técnicas gratuitas sobre mercado de soja e milho:
Data/horário – 09/03, às 19h
Local: Clube Arranca
Endereço: R. Mal. Floriano Peixoto, 1.770 – Cruz Alta/RS
Inscrição: http://www.rallydasafra.com.br/evento/evento-cruz-alta-1

 

← 27º Fórum Nacional da Soja, mais um destaque da Expodireto Unicruz realiza Dia de Campo na Área Experimental →

Deixe seu comentário aqui