Soja inicia a semana com fortes quedas na CBOT e primeiros contratos perdem o suporte de US$ 8,50/bu – via Notícias Agrícolas

Soja inicia a semana com fortes quedas na CBOT e primeiros contratos perdem o suporte de US$ 8,50/bu – via Notícias Agrícolas

cotações da sojaPor Fernanda Custódio. As cotações futuras da soja iniciaram a sessão desta segunda-feira (23) em campo negativo na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais posições da oleaginosa exibiam quedas de mais de 11 pontos, por volta das 8h04 (horário de Brasília). Os primeiros vencimentos, janeiro e março/16, perderam o patamar de suporte de US$ 8,50 por bushel e eram cotados a US$ 8,45 por bushel e US$ 8,48 por bushel, respectivamente.

O mercado dá continuidade ao movimento negativo registrado ao longo da semana anterior. Além disso, o foco dos investidores está na América do Sul nesse momento, assim como explicam os analistas. No caso da Argentina, o segundo turno das eleições presidenciais era esperado e, neste domingo (22), a população escolheu o candidato da oposição Maurício Macri. O político foi eleito com 51,5% dos votos.

As informações estavam sendo acompanhadas pelos participantes do mercado, que esperavam uma postura mais favorável do candidato com os agricultores argentinos e estimulasse as exportações. Atualmente, a instabilidade econômica da Argentina faz com que boa parte dos produtores mantenha as suas produções em armazéns.

Paralelamente, as previsões de chuvas no Brasil estão sendo observadas pelos investidores. Apesar das precipitações ainda serem irregulares em boa parte das regiões Sudeste e Centro-Oeste, inclusive no Mato Grosso já há relatos de necessidade de replantio devido ao clima irregular, o mercado internacional ainda não absorveu as informações.

← Plano Trienal do Seguro Rural prevê recursos de R$ 400 milhões em 2016 Produtores gaúchos intensificam plantio do arroz →

Deixe seu comentário aqui