Soja: mercado na CBOT inicia 3ª com leves altas, mas sem mudanças fundamentais – Via Notícias Agrícolas | Agrocampo | Notícias do campo, agricultura, agronegócio, tecnologias, cadeias produtivas, produção agrícola e o fortalecimento do setor no mercado

Soja: mercado na CBOT inicia 3ª com leves altas, mas sem mudanças fundamentais – Via Notícias Agrícolas

Soja: mercado na CBOT inicia 3ª com leves altas, mas sem mudanças fundamentais – Via Notícias Agrícolas

cotações da sojaPor: Izadora Pimenta e Aleksander Horta. O mercado da soja na Bolsa de Chicago (CBOT) inicia esta terça-feira (28) com leves altas, no entanto, os preços ainda se mantêm ditando o tom negativo das últimas sessões.

Por volta das 9h05 (horário de Brasília), o contrato março/17 sinalizava um preço de US$10,13/bushel, com alta de 2,75 pontos. Já o contrato maio/17, referência para os negócios atuais, apresentava alta de 3,50 pontos, a US$10,25/bushel. Para julho/17, a alta era de 3,50 pontos, com a cotação a US$10,34/bushel e agosto/2017 apresentava alta de 3,25 pontos, a US$10,33/bushel.

No fechamento do mercado na segunda-feira (27), o analista Matheus Pereira, da AgResource, indicou que os principais fundamentos do mercado – como as exportações lentas nos Estados Unidos e a colheita acelerada na América do Sul – devem continuar influenciando nas cotações da soja na CBOT.  “Os fundamentos agora pesam sobre o mercado e não tem motivos para cotações permanecerem nos atuais patamares”, reforça o analista.

Já no mercado interno, a tendência é que os novos negócios ocorram somente após o feriado de Carnaval, na quinta-feira (02). Porém, fatores como os preços baixos em Chicago e o dólar em patamares nada remuneradores ao produtor – girando em torno de R$3,10 nesta manhã – podem fazer com que os negócios sigam parados no Brasil.

Os últimos preços registrados não remuneram o produtor em boa parte do país – em Campo Novo do Parecis/MT – a R$ 69,00 – como é o caso de Ponta Grossa/PR. Nos portos, no balanço semanal, as perdas foram de até 4,05% – ou R$ 3,00 por saca – e os indicativos estão cada vez mais próximos dos R$ 70,00.

No terminal de Rio Grande, R$ 72,20 no disponível e R$ 74,00 por saca no mercado futuro. Já em Paranaguá, as referência para ambos os casos foi a R$ 71,00. Em Santos, R$ 71,90 e no porto de Imbituba, R$ 72,00 como último preço.

Fonte: Notícias Agrícolas

← Soja realiza lucros em Chicago nesta 5ª feira - Via Notícias Agrícolas Soja inicia a semana com leves altas em Chicago, insuficiente para mudar cenário de vendas retraídas no Brasil - Via Notícias Agrícolas →

Deixe seu comentário aqui