Soja tem nova sessão de altas em Chicago e renova as máximas em 1 mês nesta 3ª feira – Via Notícias Agrícolas

Soja tem nova sessão de altas em Chicago e renova as máximas em 1 mês nesta 3ª feira – Via Notícias Agrícolas

cotações da sojaPor: Carla Mendes. Nesta terça-feira (22), as cotações da soja seguem avançando na Bolsa de Chicago e se consolidando acima dos US$ 10,00 por bushel nos principais vencimentos. Assim, os futuros da oleaginosa, que por volta das 7h40 (horário de Brasília), subiam entre 3,50 e 4,50 pontos, renovavam suas máximas em um mês, levando o janeiro/17 a US$ 10,24 e o maio/17, referência para a safra do Brasil, a US$ 10,39 por bushel.

Esta é a quarta sessão consecutiva de ganhos na CBOT e a força da demanda se mantém como principal combustível para o avanço da commodity. A semana começou com novos números fortes dos embarques norte-americanos e notícias positivas ainda sobre o mercado asiático de oleaginosas, incluindo não só o grão, mas também farelo e óleo.

Ao mesmo tempo, a volta dos fundos à ponta compradora do mercado também ajuda os preços a seguirem seu movimento positivo, bem como uma menor aversão ao risco no financeiro internacional, chamando os investidores para as commodities, como o petróleo. Nesta terça, seus futuros seguem trabalhando em alta, sobem mais de 1% e o barril já supera os US$ 49,00.

Ainda entre os fundamentos, há a conclusão da colheita nos Estados Unidos e o mercado agora atento ao desenvolvimento da produção sulamericana. “A colheita nos EUA já terminou e os agricultores norte-americanos agora estarão ansiosos para vender nos rallies antes que os importadores comecem a migrar sua demanda para a América do Sul” explica, em nota divulgada nesta terça, o diretor de estratégia agrícola do Commonwealth Bank da Austrália, Tobin Gorey.

Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas
← Soja realiza lucros em Chicago nesta 4ª feira após máximas e ainda focado na intensidade da demanda - Via Notícias Agrícolas Soja começa a semana com boas altas em Chicago e recuperando o patamar dos US$ 10 nesta 2ª feira - Via Notícias Agrícolas →

Deixe seu comentário aqui