Soja volta a subir em Chicago nesta 3ª; colheita nos EUA tem impacto limitado no mercado – Via Notícias Agrícolas

Soja volta a subir em Chicago nesta 3ª; colheita nos EUA tem impacto limitado no mercado – Via Notícias Agrícolas

preço da soja nesta terça-feiraPor Carla Mendes. Os preços da soja sobem na manhã desta terça-feira (20) na Bolsa de Chicago. As cotações dos principais vencimentos trabalhavam com altas de pouco mais de 2 pontos, por volta das 7h40 (horário de Brasília), com o novembro/15 valendo US$ 8,94 por bushel.

O mercado internacional, além de observar seus outros fundamentos, vinha esperando pela atualização dos índices de colheita nos EUA, os quais foram trazidos pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) em seu boletim semanal de acompanhamento de safras, após o fechamento do pregão.

E o reporte chegou em linha com as expectativas do mercado, porém, ainda exibindo um dos melhores ritmos de colheita no país, além de elevados índices de produtividade nos principais estados produtores da oleaginosa nos EUA. Até o último domingo (18), os trabalhos foram concluídos em 77% da área, contra 62% da semana anterior. O número ainda supera o total do ano passado, de 51%, e a média dos últimos cinco anos, de 68%.

Para o analista internacional Al Kluis, da Kluis Commodities, no entanto, esses números devem ter pouco impacto sobre o mercado, já que não fugiram muito das projeções dos traders.

“O boletim ficou bem próximo do que eu esperava, foi neutro tanto para o mercado da soja quanto do milho, que podem registrar ainda mais estabilidade”, disse, em entrevista ao portal internacional Agriculture.com. “Veremos nosso último boletim de acompanhamento da safra dos Estadod Unidos na próxima semana. Toda atenção agora está se voltando para a América do Sul”, completou.

E as previsões para a próxima semana, no Brasil, já começam a indicar a chegada de algumas chuvas à região Central do Brasil, onde o plantio quase não caminha em função do tempo excessivamente seco. Entretanto, as precipitações ainda devem ser irregulares e de baixo volume, como explicam os meteorologistas, e devem começar a melhorar no início de novembro.

← Programa de Pontos da Bayer CropScience oferece auxílio combustível aos produtores rurais Soja: Mercado em Chicago inicia semana à espera de novidades e caminhando de lado nesta 2ª - via Notícias Agrícolas →

Deixe seu comentário aqui