Temporal deixa estragos no Estado | Agrocampo | Notícias do campo, agricultura, agronegócio, tecnologias, cadeias produtivas, produção agrícola e o fortalecimento do setor no mercado

Temporal deixa estragos no Estado

Temporal deixa estragos no Estado

Muitas cidades no Estado sofreram chuva forte, granizo e principalmente ventania no domingo, 1 de outubro. O vento assustou mais do que a chuva. As rajadas fortíssimas passaram dos 100 km/h. Em Tupaciretã (RS), o INMET registrou uma rajada de vento com 128 km/h.

A estrutura da Feira Nacional do Trigo (Fenatrigo), em Cruz Alta, desabou após tempestade com ventos fortes. Ninguém ficou ferido, segundo o Corpo de Bombeiros da cidade.

A corporação já havia atendido somente durante a tarde de domingo cerca de 40 casas destelhadas, onde também foram registradas queda de árvores e de fiação elétrica. Danos também foram registrados no teto do shopping da cidade. O temporal durou cerca de meia hora, entre 15h30 e 16h.

Porto Alegre: vento passou de 100 km/h. A ventania e a chuva da noite do domingo causaram muitos estragos em. O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) registrou uma rajada de vento com 107 km/h entre 18h e 19h. A capital gaúcha sofreu com queda de árvores e postes. O tráfego ficou interrompido em diversas ruas e houve também queda de energia.

Estragos também foram registrados na Expo São Luiz, em São Luiz Gonzaga, onde o Corpo de Bombeiros isolou a área afetada. A lona de cobertura se rompeu, as estruturas de metal ficaram retorcidas e o palco de shows sofreu danos. Ninguém se feriu. Dez casas foram destelhadas e uma árvore caiu sobre um carro.

Em Horizontina, de acordo com os bombeiros, foram cinco casas destelhadas. As pessoas já receberam lonas para cobrir os telados. Já em Santo Ângelo, 16 casas foram atingidas e também já foram distribuídas lonas.

*Foto reprodução da internet durante a FENATRIGO

← Funrural gera dúvidas em produtores Trigo de Duplo Propósito e terras produtivas →

Deixe seu comentário aqui