USDA: Expectativas apontam para redução dos estoques de soja dos EUA e aumento nos de milho

USDA: Expectativas apontam para redução dos estoques de soja dos EUA e aumento nos de milho

USDA: Expectativas apontam para redução dos estoques de soja dos EUA e aumento nos de milhoComo acontece mensalmente, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) atualiza, nesta terça-feira (12), seus dados de oferta e demanda e o mercado de grãos já trabalha com expectativas para essas informações. As atenções, como sempre, se voltam para os estoques finais norte-americanos de soja e milho e também para as exportações da oleaginosa do país.

Estoques finais dos EUA
Da safra 2014/15, as expectativas indicam uma redução nos estoques finais de soja dos Estados Unidos, os quais poderiam ficar com uma média de 9,88 milhões de toneladas, com as projeções variando entre 9,53 e 10,42 milhões de toneladas. No boletim de abril, esse número veio em 10,07 milhões.

Para os estoques finais da safra velha de milho, as expectativas variam entre 44,45 e 50,78 milhões de toneladas, com uma média de 46,94 milhões de toneladas. No reporte anterior, os estoques vieram estimados em 46,41 milhões de toneladas.

Sobre a safra 2015/16, as expectativas do mercado apontam para estoques finais de soja variando entre 9,39 e 15,7 milhões de toneladas, com uma média de 11,92 milhões de toneladas. Para o milho, projeções que variam de 39,4 a 52,78 milhões de toneladas e média de 44,1 milhões.

Estoques finais mundiais
Sobre os estoques finais mundiais de milho da safra 2014/15, as projeções dos traders varia entre 186,50 milhões e 194 milhões de toneladas, com uma média de 189,50 milhões. Em abril, o total estimado pelo USDA foide 188,46 milhões para o cereal.

Para a soja da safra velha, as expectativas variam de 88 milhões a 91 milhões de toneladas, e média de 89,70 milhões de toneladas. No reporte anterior, esse número foi divulgado em 89,55 milhões de toneladas.

Já para a temporada 2015/16, o mercado aposta em estoques finais de milho globais em algo entre 171 e 200,5 milhões de toneladas. A média fica em 185,4 milhões de toneladas, portanto. Para a soja, expectativas que variam de 85 a 103,6 milhões de toneladas e média de 95 milhões.

Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

← O comando é delas Bayer CropScience lança concurso global de vídeos para agricultores →

Deixe seu comentário aqui